• Sonia Maria Rio Neves

Breve Panorama Histórico da Psicossomática Psicanalítica

Um maior interesse na atualidade pela Psicossomática provém do destaque dado em revistas e também em publicações científicas à inter-relação mente-corpo. A dicotomia entre esses dois elmentos é resultante da forma como a ciência e a medicina se desenvolveram a partir dos séculos XVI e XVII. Os estudos sobre Psicossomática tendem a diminuir essa visão dicotômica.

Mas, pergunta-se: de que Psicossomática trata? É esta um campo único de estudo? Vemos que não e que, mesmo tendo uma referência teórica comum, a Psicanálise, as abordagens psicossomáticas diferem na sua forma de explicar como se dá a relação mente-corpo.

A leitura deste artigo mostrará que a abordagem de Groddeck e de Alexander destacam a determinação psíquica sobre várias formas de adoecimento enquanto que na visão de Pierre Marty ( Escola de Paris) é a falta de recursos psíquicos que influi na possibilidade de adoecer. Visões bastante diferentes!

Os estudos e pesquisas da Escola de Paris abrem muitas linhas teóricas e técnicas importantes, como os estudos sobre a Psicossomática da Criança e sobre Técnica em Psicossomática. Christophe Dejours e Joyce McDougall são teóricos contemporâneos que merecem ser conhecidos.

A leitura deste texto ajudará a situar alguns desses campos da Psicossomática

Psicanalítica atual.

Acesso ao texto (artigo publicado em Psicossoma II)

Psiquead 
R. Antonio Cardoso Pimentel 865 casa 1 Condomínio Vila das Palmeiras 
Porto Feliz  SP

atendimento@psiquead.com.br

Tel: +55 11 9 9972 5959

Siga-nos:

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

© 2015 por Contenuti